Variedades

Jesus Cristo e as Pessoas com Deficiência

A origem das deficiências na Judéia

Se analisarmos com cuidado os Evangelhos narrados por 4 diferentes autores (Mateus, Marcos, Lucas e João) verificaremos que havia uma crença bastante arraigada no povo judeu daquelas épocas, de que a maioria dos males que afetavam os seres humanos era conseqüência da interferência de maus espíritos ou de um desconhecido sistema de pagamento por pecados antigos. Na verdade, estudiosos dos usos e costumes antigos dos povos do Oriente Médio indicam que a medicina contida tanto nos Evangelhos quanto nos Atos dos Apóstolos aceitava três tipos de causas para as muitas limitações e deficiências: o castigo pelos pecados, a interferência direta dos maus espíritos e as forças más da natureza, contra as quais apenas o poder divino era o único remédio.

Claro que as narrativas foram preparadas por autores da época, para a pouco culta população da época.

Alguns dos milagres relatados

Lucas, o evangelista médico, narra o seguinte: "E eis que veio uma mulher que estava possessa de um espírito que a tinha doente há 18 anos; e andava encurvada e não podia absolutamente olhar para cima". Na mesma passagem ele coloca as seguintes palavras na boca de Jesus: "Mulher, estás livre de tua enfermidade". Não fala em demônios ou em maus espíritos, mas em "enfermidade".

Mas, como vimos, a crença generalizada enfatizava sempre o demônio ou os maus espíritos. Vejamos o que diz Mateus: "E tendo-se estes retirado, apresentaram-lhe um homem mudo, possesso pelo demônio. E, expulso o demônio, falou o mudo"...

O destino das pessoas com deficiência

Na Judéia antiga, dos tempos de Jesus Cristo, o destino das pessoas que tinham qualquer deficiência era esmolar para conseguir sobreviver. Os cegos, os amputados, os paralíticos pelas mais variadas causas, acabavam expostos pelos caminhos, ruas, logradouros e praças públicas. Lucas afirma: "Vai já pelas praças e pelas ruas da cidade e traze cá os pobres e os aleijados, e cegos e coxos." Mateus corrobora a imagem ao afirmar: "E eis que dois cegos que estavam sentados junto à estrada"...

Evidentemente naquela época o transporte ou a simples movimentação de pessoas mais seriamente deficientes representava um grande problema. Podemos até imaginar a aflição de parentes e amigos dessas pessoas ao saber da existência de um rabino miraculoso nos arredores. Marcos conta que "foram ter com ele conduzindo um paralítico que era transportado por quatro. E como não pudessem apresentá-lo por causa da multidão, descobriram o teto pela parte debaixo da qual Jesus estava e, tendo feito uma abertura, arriaram o leito em que jazia o paralítico".


Ruinas da Piscina Probática
Ruínas da Piscina Probática
A piscina probática

Em Jerusalém dos tempos de Jesus Cristo havia, bem ao lado do templo, um tanque ou piscina que era destinada à purificação dos animais que seriam sacrificados. Era conhecida como "piscina probática" (do grego probaticon), ou seja, relativa a carneiro ou a ovinos em geral. Na língua hebraica era conhecida como "Betsaida". Às suas bordas, a despeito dos objetivos principais, mantinha-se elevado número de enfermos, aleijados e paralíticos, porque, segundo todos acreditavam, várias vezes ao dia um anjo de Deus ali descia para "movimentar as águas". Era, como se pode bem imaginar, um momento muito esperado e tenso, pois, apenas o primeiro que ali se banhasse teria seus males curados.

Foi exatamente nesse ambiente que Jesus realizou um de seus famosos milagres, beneficiando um homem paralítico há 38 anos e que nunca havia conseguido ser o primeiro a chegar às águas de Betsaida, por não ter pessoa alguma que o ajudasse.


Outros milagres de Jesus

Segundo os relatos dos evangelistas, Jesus realizou ao redor de 40 milagres notórios. Deles todos, pelo menos 21 são relacionados a pessoas com os mais variados tipos de deficiências físicas ou sensoriais e doenças crônicas.

Cego de nascimento..........
Cego em Betsaida..........
Cego Bartimeu de Jericó..........

Dois cegos de Jericó..........
Dois cegos de Cafarnaum..........
Cegos na Galiléia..........
Cego e mudo (endemoniado)..........
Mudo de Cafarnaum..........
Mudos na Galiléia..........
Surdo-mudo na Decápole..........
Surdo-mudo em Cesaréia..........

Coxos na Galiléia..........
Leprosos de Cafarnaum..........


Dez leprosos..........
Hidrópico..........
Mulher com espinha curvada..........
Homem de "mão seca"..........


Paralítico (servo do centurião)..........
Paralítico em Betsaida..........
Paralítico de Cafarnaum..........


Outros deficientes na Galiléia..........
João 9:1-7
Marcos 8:22-26
Marcos 10:46/
Lucas 8:35-43
Mateus 20:29-34
Mateus 9:27-31
Mateus 15:29-31
Mateus 12:22
Mateus 9:32-34
Mateus 15:29-31
Marcos 7:31-37
Marcos 9:16-26/
Lucas 9:37-43
Mateus 15:29-31
Mateus 8:1-4/
Marcos 1:40/
Lucas 5:12-14
Lucas 17:13-1
Lucas 14:1-6
Lucas 13:11-13
Mateus 12:9-13/
Marcos 3:1-6/
Lucas 6:6-11
Mateus 8:5-13
João 5:5-9
Mateus 9:1-8/
Marcos 2:1-12/
Lucas 5:17-26
Mateus 15:29-31


Imagem - Jesus Cristo
voltar para a página de variedades...ir para o topo da página